domingo, julho 15, 2018

Os detalhes é que condenam


Tenho observado que a justiça brasileira repete uma receita muito antiga, a exemplo de Al Capone, imigrante italiano (Famoso gangster norte americano), que foi perseguido e acusado de cometer diversos “Crimes”. Apesar dos fortes indícios, na época houve muita dificuldade de materializar as provas, e ele só foi condenado por sonegação de impostos em 24 de outubro de 1931.  Sua pena foi de 11 anos de prisão e multa de 50 mil dólares.  No Brasil o exemplo se repete com personagens do nosso meio político.  Um caso semelhante é fortemente ilustrado pelo ex-presidente Lula, que cumpre pena de prisão, condenado no caso do tríplex por lavagem de dinheiro e é acusado em outros processos.  Nesta semana aqui em Fraiburgo a discussão foi acirrada e as redes sociais ficaram abarrotadas de comentários favoráveis e contra.  Guardando as devidas proporções (Já que poucas ações o ex-prefeito responde na justiça), a justiça se manifestou na ação proposta na Comarca de Fraiburgo em janeiro de 2014 e a Terceira Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de Santa Catarina manteve a condenação do Ex-prefeito Nelmar Pinz por uso da máquina pública para promoção de partido político. O crime dele foi circular com o automóvel Vectra Sedan, de propriedade do Município de Fraiburgo, ostentando nas placas o número 0015, de seu partido político (PMDB).  Nelmar foi condenado ao pagamento de multa e proibido de contratar com o poder público por três anos, informações de bastidores dão conta que correm algumas ações que se forem desfavoráveis ao ex-prefeito, ele poderá ficar fora das próximas eleições.  Avaliando pelas redes sociais, tanto Al Capone, como Lula, e Nelmar seriam absolvidos, se o caso (Em hipótese) fosse julgado por populares, pois, os internautas não entendem a “gula do estado” por multas e impostos e consideram, nos chats online, como uma punição severa demais.


A maior condenação do próprio homem é o seu orgulho, que não deixa sequer ele enxergar os seus próprios erros.     Tiago Castilho

sábado, julho 14, 2018

Apesar da França estar melhor eu torcerei para Croácia ser campeã



Pela terceira vez teremos a França na final da Copa do Mundo. Depois de vencer o Brasil em 1998, em casa, e perder da Itália em 2006, na Alemanha, a equipe azul vai em busca do bicampeonato diante da Croácia, que debuta em uma decisão. Mas quais as chances dos franceses levantarem a taça na Rússia? 

A excelente fase que vivem seus principais nomes ofensivos: Mbappé e Griezman n. E mais do que isso. O jovem de 19 anos ainda sonha em ser eleito o melhor jogador da última temporada, o que, certamente, é uma motivação a mais para voar na grande final diante dos croatas. 


A solidez do meio de campo, com Kanté, Pogba e Matuidi . Os três volantes ajudam como nunca na marcação e, ainda por cima, conseguem chegar com qualidade no ataque.
Além de ter um time titular forte, a equipe tem um banco de reservas de respeito, com jogadores que podem entrar no decorrer da final da Copa e mudar a partida: Dembélé, Fekir, Tolisso, Lemar, Thauvin e Kimpembe, por exemplo, são boas opções para Deschamps.


Perto de Brasil, Itália e Alemanha, a França não tem tanta tradição em Mundiais. Mas quando comparamos com a Croácia, a camisa é bem mais pesada. Nas últimas seis Copas, os "Bleus" chegaram em três finais, já contando o torneio na Rússia (1998, 2006 e 2018). Os franceses buscam o bicampeonato, enquanto o rival está na decisão pela primeira vez na história.    Mas como bom brasileiro, sou Croácia desde de pequeninho.



Sub-Tenente Cordeiro ingressa na reserva remunerada





Na Sexta-feira, 13, compareceu à 3ª Companhia de Polícia Militar de Fraiburgo, o Subtenente PM Valdecir Cordeiro, que assinou a reserva remunerada.

O Subtenente PM Cordeiro, ingressou em 22 de abril de 1991, no Corpo de Bombeiros Militar; em 07 de julho de 1999 iniciou o curso de Sargento no CFAP passando a fazer parte da PMSC; em 30 de agosto de 2002, começou a fazer parte da unidade de Lebon Régis, em 10 de julho de 2007 começou a fazer parte da 3ªCia/15ªBPM de Fraiburgo trabalhando como 3º Sargento, sendo promovido a 2º Sargento, posteriormente 1º Sargento e em 11 de agosto de 2016 foi promovido à graduação de Subtenente, desempenhou o seu trabalho em várias seções do setor administrativo e por último ficou responsável pela Corregedoria, ficando à frente até a presente data, onde assinou sua reserva remunerada.


O responsável pelo comando da 3ª Companhia de Polícia Militar, 1º tenente Cleiton Roberto Fischer, agradece em nome de todos os policiais da unidade, os bons serviços prestados ao longo da sua carreira militar e deseja sucesso e felicidades nesta nova etapa de sua vida.

Créditos: Policia Militar de Fraiburgo

quarta-feira, julho 11, 2018

Conselho de Ética arquiva processo de cassação de mandato contra o deputado João Rodrigues



O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados decidiu nesta quarta-feira (11) pelo arquivamento do processo de cassação de mandato contra o deputado federal João Rodrigues (PSD). O relator do processo, deputado Ronaldo Lessa (PDT-AL) defendeu a improcedência da denúncia feita por parlamentares da Rede e, por votação unânime, 12 votos favoráveis, o processo foi arquivado.


Para o deputado Ronaldo Lessa, relator do caso, a suposta prática de crimes por Rodrigues ocorreu em 1999, antes de ele assumir o mandato como deputado federal. Segundo Ronaldo Lessa, não cabe ao conselho julgar atos cometidos antes de os deputados assumirem o cargo. Lessa lembrou ainda que o processo do deputado João Rodrigues não é transitado em julgado e que há recursos jurídicos do deputado que devem ser apreciados nos próximos dias no Supremo Tribunal Federal (STF), no Supremo Tribunal de Justiça (STJ) e no Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

Em fevereiro deste ano, o STF determinou a execução imediata de pena de João Rodrigues, condenado a cinco anos e três meses de reclusão em regime semiaberto pelo Tribunal Regional Federal (TRF-4) por fraude e dispensa de licitação quando era prefeito interino de Pinhalzinho (SC). A acusação é de fraude e dispensa irregular de licitação para a compra de uma retroescavadeira, em 1999, quando Rodrigues era vice-prefeito de Pinhalzinho e assumiu a prefeitura interinamente por 30 dias.

Atualmente, após quatro meses cumprindo pena em regime fechado, mesmo que sua condenação tenha sido por regime semiaberto, João Rodrigues frequenta a Câmara e exerce as atividades parlamentares. Isso acontece porque, em junho, o ministro Luís Roberto Barroso do STF autorizou o deputado a trabalhar durante o dia. No próprio processo da Polícia Federal, na decisão do ministro Luiz Fux é ressaltado que não houve dolo (roubo) e nem danos ao erário público na compra da retroescavadeira para Prefeitura de Pinhalzinho.

“Qual é o valor do dano? Nada. Por enquanto sou um presidiário, mas estou preso por um motivo que considero um equívoco. Fui vítima de um equívoco que espero que seja corrigido num futuro muito breve”, defendeu-se João Rodrigues.

O relator Ronaldo Lessa lembrou que o prefeito da época, Darci Fiorini, assumiu ao Conselho de Ética toda a responsabilidade pelos atos, admitiu apenas erros formais e garantiu que todos os procedimentos tinham aval jurídico. Fiorini sequer foi ouvido no processo judicial e nenhuma outra pessoa foi condenada no caso da retroescavadeira de Pinhalzinho. João Rodrigues se disse vítima de "injustiça sem precedentes" e pediu ao STF o imediato julgamento definitivo de sua condenação.

Fotos de Cláudio Basílio de Araújo - PSD/Brasília


Fraiburgo será representado no Encatho Exprotel 2018

A Revista Evva e o Blog OPINIÃO do jornalista Wilson Cesar Malinoski serão alguns dos representantes da Imprensa Fraiburguense na ENCATHO EXPROTEL 2018.  O evento acontecerá em Florianópolis dias 24 a 26 de Julho no Centro-sul.


Imprensa especializada estará em grande número no evento

A ABIH-SC, acredita na força dos veículos de comunicação para alcançar o sucesso no evento. Nesta edição, numa parceria com os hotéis associados à entidade e os hotéis da região central de Florianópolis, a organização está viabilizando a hospedagem de mais de 60 profissionais.


Mantida condenação de ex-Prefeito por uso da máquina pública para promoção de partido político


O ex-Prefeito de Fraiburgo Nelmar Pinz e o ex-Diretor de Patrimônio do município Nelson Albino Lopes foram condenados, por ato de improbidade administrativa

A condenação do ex-Prefeito de Fraiburgo Nelmar Pinz e do ex-Diretor de Patrimônio do município Nelson Albino Lopes por uso da máquina pública para promoção de partido político foi mantida pela Terceira Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de Santa Catarina. Os dois foram condenados ao pagamento de multa e proibidos de contratar com o poder público por tês anos em ação por ato de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC).

Na ação, proposta na Comarca de Fraiburgo em janeiro de 2014, o Promotor de Justiça Felipe Schmidt demonstrou que o então prefeito, no período de 2006 a 2009, circulou com o automóvel Vectra Sedan, de propriedade do Município de Fraiburgo, ostentando nas placas o número 0015, de seu partido político (PMDB), mesmo ciente de que o veículo integrava o patrimônio público.

Já o então Diretor de Patrimônio do município atuou com desvio de poder porque, de acordo com o MPSC, não podia se valer da sua condição funcional para, ciente de quais haviam sido as placas escolhidas para o automóvel, assinar e encaminhar a documentação correspondente e mandar fazer as placas. "Favoreceu, desse modo, o partido político do prefeito (e o seu próprio), e assim concorreu para o ato de improbidade administrativa", afirmou Felipe Schmidt.

O Juiz da 2ª Vara da Comarca de Fraiburgo, Bruno Makiwiecky Salles, julgou parcialmente procedente a ação por ato de improbidade administrativa do MPSC. "Embora não tenha, aparentemente, expedido a ordem para que a placa veicular contivesse o número do partido a que filiado, aproveitou-se de tal situação ao circular com o veículo na realização de viagens, trafegando em carro oficial ´partidarizado´", escreveu o Juiz na sentença.

Inconformados, o ex-Prefeito de Fraiburgo Nelmar Pinz e o ex-Diretor de Patrimônio do município Nelson Albino Lopes recorreram ao Tribunal de Justiça para tentar reverter a decisão. Por votação unânime, a Terceira Câmara de Direito Público negou provimento ao recurso, mantendo a sentença que reconheceu o ato de improbidade administrativa e condenou os réus por sua prática.

O relator da Apelação Cível, Desembargador Ricardo Roesler, foi enfático em seu voto: "Lamentavelmente, a investida que aqui se condena pontualmente é bastante comum, em cenários desbotados e cada vez mais repetidos, em que o administrador insiste me projetar-se a partir da estrutura pública...; o administrador apropria-se da coisa pública como se sua fosse, faz o paço o quintal de sua casa, do patrimônio público as coisas suas, e assim coroa o seu poder." Ainda cabe recurso da decisão do Tribunal de Justiça.


Revista Evva lança a promoção "Meu coroa é a minha cara"



Promoção "Meu coroa é a minha cara" Revista EVVA 5º Edição 2018: 



Que tal você tentar a sorte nesta SUPER PROMOÇÃO e garantir dias de descanso em um lugar escolhido pelo seu PAIZÃO???
Para participar é muito fácil, entre na nossa página Revista Evva
☑️LEIA COM ATENÇÃO O REGULAMENTO☑️, e então siga os seguintes passos
1º Curta nossa página Revista Evva
2º Comente porque seu pai merece ganhar todos os prêmios da promoção.
3º Compartilhe este POST em modo público
4º Marque seus amigos que também são pais, afinal a promoção é valida do 1º ao 4º lugar!
🤞🤞E então é só cruzar os dedos e aguardar o resultado que sai no dia 10 de agosto através da nossa página oficial da Revista Evva
PARCEIROS DESTA PROMOÇÃO: Glam Wear Fraiburgo Barbearia Cris Dú Corte SB Bazuca Pão Quente - Fraiburgo.

Esperidião Amin ( PP) lidera todas as pesquisas com mais de 30%

PSD marca convenção e definição de candidaturas ao governo sai esta semana


A Convenção Estadual do PSD foi marcada para o dia 21 de julho na Assembleia Legislativa.  Os delegados começam a ser convidados para o encontro partidário que definirá os candidatos ao Governo, Vice, Senado, Câmara Federal e Assembleia Legislativa. 
O PSD será o primeiro partido a definir as candidaturas. Esta antecipação sinaliza que os entendimentos com o PP podem chegar a uma conclusão na reunião dos líderes nesta quinta-feira ou neste fim de semana.
A principal decisão política desta eleição em Santa Catarina partirá do deputado federal Esperidião Amin, do PP, que lidera todas as pesquisas, sempre com mais de 30% das preferências, distanciado do segundo.
A indagação que todas as lideranças fazem neste momento, no campo oposicionista ou no governista:  Amin será candidato a governador ou vai disputar uma das duas vagas no Senado?
O ex-governador tem mantido seu projeto de pré-candidato ao governo. Segundo alguns observadores, por razões estratégicas.
Ele tem defendido enfática e reiteradamente o projeto da coligação com o PSD e os partidos que compõem a aliança liderada pelo deputado Gelson Merisio. Recebe pressões de seus liderados para disputar mesmo o governo do Estado. Mas há quem defenda o Senado, por ser uma eleição mais tranquila e por sua experiência no Executivo e no Legislativo, o que o credencia para defender os interesses de Santa Catarina na Câmara Alta.
As últimas especulações nos bastidores indicam que Esperidião Amin deve disputar o Senado, na chapa com Gelson Merisio candidato a governador. O presidente estadual do PP, deputado Silvio Dreveck, seria o candidato a vice, enquanto a segunda vaga ao Senado ficaria com Raimundo Colombo, do PSD.
O PSB, que tem sido presença determinada desde o início do projeto, indicaria o vereador e empresário Ninfo König como candidato a suplente de Esperidião Amin.

Fonte: Moacir Pereira

segunda-feira, julho 09, 2018

As novas candidaturas virão do “fogo amigo”



Há um ano escrevi e publiquei esta nota em meu blog de opinião.  Por considera-la ainda atual resolvi requenta-la e republicar: “Fiquei muito surpreso com a dinâmica do nosso meio político municipal.  O atual governo de Fraiburgo apenas completou um ano e seis meses e nos bastidores já ecoam seis nomes, que nunca  militaram no meio partidário e agora desejam se tornarem políticos (a maioria faz parte do "fogo amigo"). Esses novos pretendentes dizem que estão fazendo projetos para se tornarem PREFEITOS da cidade, na próxima eleição.  Sim eu entendo que todo cidadão tem o direito (e quem sabe o dever) de querer um dia administrar seu município. É claro que muitas variáveis terão que ser equacionadas para que esses desejos se tornem viáveis (Disputa no Partido).  Porem considero muito “cedo” que nomes de interessados estejam já sendo citados em rodas de conversas políticas, como se os antigos “caciques” dos partidos tradicionais já tivessem aposentados.   Este ano, além da Copa do Mundo, estamos ainda perto de uma eleição para a presidência, senado, e câmaras federal e estadual, o que em tese deveria deslocar o foco para fora do contexto municipal, o que me dá a impressão que estamos caminhando no sentido inverso da causa.  A única coisa que resta fazer é parafrasear James Freeman Clarke escrevendo:

“Um político pensa na próxima eleição; um estadista, na próxima geração”.


Significado de "Fogo Amigo": Ataque feito por amigos, colegas ou aliados. Expressão utilizada em guerras quando algum ataque ou bombardeio atinge as próprias tropas ou as tropas aliadas, normalmente por erro de cálculo ou de interpretação. Diz-se, também, de atitudes de traição.

terça-feira, junho 26, 2018

Nosso ano só começará depois das eleições


Nosso país respira os sintomas de uma crise bem real. Neste período todos param, aplaudindo times de jogadores milionários que atuam na Copa do Mundo, copa que ainda não empolgou. Os economistas listam prejuízos no comércio, na indústria e até no mercado cultural (livros), o semestre sofreu queda na produção e nas vendas (com desemprego inclusive), pois os leitores acabaram investindo seus recursos para atualizar o seu aparelho de TV (por um novo de 60 polegadas) deixando de lado outros investimentos de primeira necessidade.   Talvez você possa estar pensando este colunista é um estraga-prazeres que nem dá chance para o povo ter um momento de lazer. Nada disso. Penso que temos o direito de momentos de descontração e lazer. Uma coisa é o lazer, outra é a “anestesia programada” em que o povo parece ficar mergulhado, esquecendo as mazelas da nação. O país neste período fica parado e só reagirá após as eleições.  Considero a Copa do Mundo, seguida de eleições uma combinação que não favorece os ânimos dos investidores.  Se temos um ditado que o ano só começa depois do carnaval, imagine carnaval seguido de Copa do Mundo e das eleições gerais.   Ouço os mais velhos dizerem que nós brasileiros temos memória curta – tenho a impressão de que só temos uma vaga lembrança das mazelas do país (O mensalão, os Sanguessugas, o Petrolão, a lava jatos, Operação Patrola, e o escândalo da FIFA, etc.)  Enquanto jogadores de futebol ganham fortunas, continuamos pagando fortunas em impostos para sobreviver. A distribuição de renda no país ainda é bem sofrível, e nenhum plano efetivo tem conseguido dar conta do dilema – nem os planos eleitoreiros montados pelas últimas candidaturas populistas. Não há mais lugar para bravatas e discursos vazios. É preciso um governo que coloque a casa em ordem (Reforma Fiscal) em vez de oportunizar ao povo grandes anestésicos virtuais (Pão e circo), a exemplo da Copa do Mundo. 
“Antigamente a política do pão e circo funcionava em arenas, hoje em dia é em estádios”.    John Barros

segunda-feira, junho 25, 2018

A união Amin, Merisio e Kleinübing

Foto intitulada "A chapa sonhada" ( Foto: Blog do Prisco)

Texto: Moacir Pereira

O principal fato constatado no lançamento da pré-candidatura do deputado federal Esperidião Amin, em Criciúma, foi o clima político entre os participantes e as principais lideranças do PP, do PSD e do DEM. A maior surpresa foi a presença do deputado estadual Gelson Merisio, pré-candidato pelo PSD, além da participação do deputado federal João Paulo Kleinübing, do Democratas.

Os organizadores anunciaram a presença de mais de mil lideranças, entre prefeitos, vices, vereadores, presidentes de partidos e eleitores da região Sul. Todos empolgados com as perspectivas eleitorais do bloco. Merisio comanda coligação de 11 partidos, Kleinübing conta com três legendas em seu projeto e Amin liderando todas as pesquisas.
Os três fizeram pronunciamentos com conteúdo idêntico: pela unidade dos partidos que querem mudanças e hoje foram oposição ao atual governo do MDB e reiterando esforços pelo entendimento. 

Outra revelação que animou a plateia: Amin, Merisio e Kleinübing voltaram a enfatizar que são pré-candidatos, mas que suas candidaturas não são inafastáveis.
O ex-governador tem sido cauteloso nas críticas ao principal adversário, o MDB. Refere-se ao candidato adversário Mauro Mariani com respeito, não personaliza as flechas contra o atual governo e centrou no Sul o alvo no MDB nacional. E disparou contra o MDB que destruiu o Rio de Janeiro com gestão corrupta e incompetente.

A previsão dos candidatos e seus partidos é de que até o final da Copa do Mundo as candidaturas majoritárias estejam definidas.

quarta-feira, junho 20, 2018

Quais são as profissões que estão em alta nos tempos de crise?



De uns tempos para cá o destaque nos meios de comunicação só tem sido um: crise econômica. O período conturbado, que já dura alguns anos, já é considerado um dos mais impactantes da história recente do país e afetou, principalmente, os trabalhadores brasileiros. Com a desaceleração da economia, diversas empresas tiveram que fazer cortes, inclusive de postos de trabalho e assim, milhões de pessoas acabaram demitidas.

Embora muitas pessoas se sintam mais pessimistas em momentos como esse, é importante saber que oportunidades surgem mesmo em cenários turbulentos. Além das funções triviais, das quais as organizações não podem abrir mão, existem também segmentos que viram tendência por oferecer soluções para redução de custos, melhoria de processos e superação de obstáculos, ajudando as empresas a se manterem ativas diante de tantos desafios. Portanto, se você quer saber quais profissões estão em alta, conheça agora as áreas promissoras que seguem aquecidas no mercado de trabalho e podem ser uma saída para fugir do desemprego.

Gestão financeira

Quando falamos de crise econômica, automaticamente pensamos em pessoas que tenham profissões ligadas ao ramo para nos ajudar a organizar contas ou até mesmo esclarecer dúvidas, certo? É por isso que os especialistas em economia, ciências contábeis, administração e gestão financeira estão em alta. Isso porque quanto mais complexas forem as finanças de uma empresa, maior é a dificuldade da instituição se estabilizar. Por isso é necessário que ela otimize os gastos, saiba investir corretamente e, principalmente, consiga planejar os próximos passos da instituição.

Um especialista neste seguimento é capaz de identificar possibilidades vantajosas para uma empresa, e, assim manter a estabilidade financeira, permitindo-a atravessar o momento sem grandes prejuízos.


Administradores

Os administradores também estão na lista de profissionais mais procurados por empresas nos tempos de crise. Com sua capacidade de conduzir a instituição nos tempos de recessão, esse especialista pode traçar medidas estratégicas que mantêm a organização com as contas ainda no verde, enxugar as despesas, analisar a concorrência e ainda propor a criação de novos produtos ou serviços.

Comunicação social

Igualmente importante para o sucesso da companhia, o especialista em comunicação social é essencial para promover a corporação, torná-la conhecida e confiável, além de ajudar a reposicionar a marca, rever produtos, analisar a concorrência e ainda estreitar a relação da empresa com seu público-alvo. Com a técnica adequada aos interesses de seu cliente, o profissional é capaz de auxiliar a empresa a passar pelo momento de recessão com mais tranquilidade.

Profissionais da saúde

Cuidar da saúde está sempre em primeiro lugar em qualquer circunstância, pois sem ela ninguém é capaz de ter uma vida mais tranquila e nem exercer corretamente suas funções. Além disso, as doenças relacionadas a uma rotina pesada ou que afetam o psicológico como, por exemplo, o estresse têm atingido cada vez mais pessoas que, consequentemente, recorrem aos profissionais da saúde. Médicos, dentistas, fisioterapeutas e principalmente os psicólogos são profissionais em alta neste momento e esses seguimentos tendem a crescer, pois os brasileiros também estão vivendo mais.


Compras

Manter o fluxo de vendas nos negócios e a balança comercial de um país em alta é de extrema importância durante a crise, por isso é tão importante a atuação de especialistas na área como, por exemplo, os de comércio exterior, relações internacionais e gestão comercial. São eles os responsáveis por acordar com funcionários, renegociar contratos, avaliar o que foi comprado pela organização e ainda buscar novas oportunidades em outros países, se necessário. Esse profissional é fundamental é a peça-chave de uma instituição que visa reduzir as despesas, por isso é muito procurado. Além disso, são extremamente importantes em instituições governamentais, pois são capazes de analisar e prospectar índices importantes para tomada de decisão e definição de estratégicas para vencer a crise.

Recursos humanos

Esses profissionais não são necessários só em tempos de recrutamento, mas no corte de vagas. Capacitados para lidar com situações estressantes e delicadas, os técnicos, supervisores e gerentes de RH precisam lidar com situações nem sempre agradáveis como redimensionar setores, excluir áreas e enxugar repartições. Desligar funcionários da maneira menos traumatizante possível, tanto para a empresa, quanto para o colaborar é responsabilidade deste profissional que devem ser extremamente qualificados para essa tarefa, por isso as empresas necessitam tanto. Além disso, com menos vagas abertas pelas empresas nesse período, é preciso que os recrutadores – geralmente formados nessa área do conhecimento – estejam aptos a enxergar os melhores candidatos, capazes de atender da melhor forma as expectativas da empresa.

Muitas pessoas dizem que é na crise que surgem as oportunidades, e se você atua em uma dessas áreas essa pode ser sua chance de crescer profissionalmente. Mas caso sua formação seja outra, não desanime, o segredo é procurar as vagas no lugar certo. E para isso, é só se inscrever no site da Companhia de Estágios, assim você fica por dentro das melhores oportunidades de estágio, nas mais diversas áreas e em grandes empresas.


Nem a crise dura para sempre


Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos - não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram. Foi despedido do trabalho? Terminou uma relação? Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país? A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações? Os eventos do mundo em ciclos é praticamente uma lei da Natureza. A vida dá lugar à morte, e dos restos da morte brotam novas vidas. Impérios nascem, crescem, chegam ao auge, decaem e desabam, e de seus escombros surgem novas culturas e estruturas políticas. O mesmo é verdadeiro em se tratando das crises na política e na economia. A prosperidade acaba dando lugar ao estado de crise, e a crise, cedo ou tarde, começa a diminuir até dar lugar a um novo período de desenvolvimento social e econômico e volta da prosperidade. Será assim também com muitos dos governo atuais. Esses mandatos não durarão para sempre, e muitos dos retrocessos que impuseram acabarão inevitavelmente sendo revogados, revertidos e/ou compensados. Ou seja, o estado atual de nuvens pesadas nos céus do Brasil e do mundo é temporário e vai passar. Afinal, o mundo é cíclico, e toda tempestade é sucedida pela bonança.
Quando escrito em chinês a palavra crise compõe-se de dois caracteres: um representa perigo e o outro representa oportunidade.  John Kennedy



sábado, junho 09, 2018

Havan inaugura em Videira sua 111ª loja

Luciano Hang ( Havan) e Cesar Malinoski

Com investimento de R$ 30 milhões, a Havan inaugurou a sua filial de número 111 neste sábado, dia 9 de junho, às 10 h. O empreendimento de 6 mil metros quadrados fica na Rodovia SC-355, Km 5, e traz para a cidade de Videira mais uma opção de lazer e compras, oferecendo estacionamento gratuito, área de alimentação, além de um mix com mais de 100 mil itens nacionais e importados, em uma ampla e moderna estrutura. A abertura da filial Videira gerou 150 empregos diretos na região.



Roberto Ferreira, supervisor regional da Havan, diz que vai trabalhar para que a unidade de Videira seja destaque no cenário nacional e fique posicionada entre as principais lojas da Havan no Brasil. "A loja já é muito esperada pela comunidade da cidade e da região, pois, além de trazer mais desenvolvimento para a localidade, gerou empregos, que promovem o crescimento de toda a população."


Atualmente, a Havan possui 110 lojas em 15 estados (SC, PR, SP, MT, MS, GO, MG, BA, RO, PA, ES, RJ, PE, TO e AC), e soma mais de um milhão de metros quadrados construídos. A loja é caracterizada pelo modelo de auto-atendimento, com mix de mais de 100 mil itens de produtos nacionais e importados em vários setores, e o cliente tem liberdade de escolha e encontra tudo o que precisa, com qualidade e preços acessíveis.



Fonte/Autor: Assessoria de Imprensa Havan

  • Foto: Jornalista Cesar Malinoski

sexta-feira, junho 08, 2018

Carro pega fogo na Avenida João Marques Vieira

Na tarde de sexta-feira (08), o jornalista Cesar Malinoski registrou um incêndio em automóvel na Avenida João Marques Vieira. Segundo informações extra oficiais. Uma Spin, incendiou por falhas mecânicas. O que ocasionou apenas danos materiais. Confira as imagens do incêndio no video e fotografias abaixo


Fogo controlado. Porém, o carro ficou parcialmente  destruído.





quinta-feira, junho 07, 2018

JOÃO RODRIGUES É AUTORIZADO A RETOMAR O MANDATO PARLAMENTAR



Por decisão liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal, Luis Roberto Barroso, o deputado federal João Rodrigues (PSD) que se encontra cumprindo pena no Presídio da Papuda, foi autorizado a retomar o seu mandato na Câmara dos Deputados.

Barroso atendeu o pedido da defesa do parlamentar, que contestou o fato de Rodrigues estar em regime fechado, quando o cumprimento da pena deveria ser no regime semiaberto. Na decisão, o ministro deferiu a liminar para que o deputado seja posto em uma unidade compatível com o regime fixado, ou seja, o semiaberto, ou em uma unidade onde possa usufruir dos benefícios do regime a qual foi condenado, a critério do Juízo da Execução.


Também já está autorizado desde já, a exercer as atividades parlamentares, o que deve acontecer na próxima segunda ou terça-feira (12). Segundo uma fonte, é provável que Rodrigues possa ficar em seu apartamento funcional, já que a princípio, não há em Brasília um local adequado para o cumprimento de sua pena.

Ainda ontem, a Mesa Diretora da Câmara convocou o primeiro suplente, Edinho Bez (MDB), para que a partir de amanhã assumisse o mandato no lugar de Rodrigues, que estaria extrapolando os 120 dias regimentais para o afastamento. Também foi retirado o apartamento funcional, e cortado o salário e a cota de gabinete. Com a decisão, Rodrigues terá o vencimento e os benefícios de volta.

Decisão original abaixo: 



Fonte: Marcelo Lula 07/06/2018 21:33
Acesse aqui a  Matéria original sobre a decisão



terça-feira, maio 29, 2018

Quando será que o "Deus Mercado" cobrará esta conta?



Enquanto há no Brasil uma luta dos caminhoneiros pela melhoria das condições de trabalho, ao mesmo tempo existem brasileiros estudando formas de “ter vantagens em tudo”.  Todos os dias em muitos lugares recebemos notícias de abusos de preço, como saco de batata de R$ 70,00 por R$ 250,00, pé de alface a R$ 8,00, botijão de gás a R$ 200,00, litro de gasolina a R$ 6,00.  Seguindo a lógica do “Deus Mercado”, a escassez de qualquer produto autoriza que o preço suba, assim poucas pessoas se interessem por consumir o raro produto e a distribuição acaba sendo possível. Temos que refletir que, essa paralisação tem cessado a produção e a distribuição de muitos bens, por consequência vai gerar a falta de produtos que são necessário no dia a dia e o “Deus Mercado” vai dizer subam o preço, para regular o acesso.  



É consenso entre os economistas que o prejuízo passa da casa dos bilhões, sem considerar a parte intangível (prejuízo indireto) e quando tudo tiver normalizado, novamente o “Deus Mercado” falará assim: distribua o prejuízo entre os mortais, se referindo ao consumidor contribuinte.  Em minha opinião, pressionar e causar o caos não é difícil, mas, manter os ânimos do “Deus mercado” fornecendo concessão a uma única classe, não será tarefa fácil.  Querem queimar “TODOS OS POLITICOS” numa mesma fogueira, como se isso salvasse em uma semana o BRASIL, mas esquecem de fazer a sua parte, pois o brasileiro comum é o primeiro a correr para o supermercado e estocar comida desnecessária e ainda sem reclamar do preço abusivo, faz isto porque quer ajudar os caminhoneiros do BRASIL!  A pergunta que fica sempre, para quem trabalhamos?  Quem ganha com este caos artificial?  Tenho certeza que alguém está ganhando muito e as vezes não percebemos sua presença e achamos que ele esta nos fazendo um grande favor.

A greve é um direito mas não é uma obrigação. É preciso lembrar aos auto intitulados "democráticos" líderes grevistas que obrigar alguém a aderir é puro exemplo de ditadura. 
Galinho Paulista





domingo, maio 27, 2018

Se correr o bicho pega se ficar o bicho come...

Foto no portal de entrada de Fraiburgo SC ( Foto: Jerusa Moreira)



Eu entendo que a greve é apenas uma suspensão coletiva da prestação de serviços ao empregador por tempo parcial ou total, com o objetivo de exercer a defesa e/ou conquista de interesses coletivos dos trabalhadores.  Ela deve sempre ser realizada de maneira temporária e pacífica, combinada na maioria das vezes entre os operários com as associações e os sindicatos específicos dos trabalhadores para reivindicar a defesa dos seus interesses.  No meu ponto de vista, a luta dos transportadores que acontece nesta semana é legitima e tem o objetivo primeiro de parar com os aumentos abusivos dos combustíveis e com o achatamento dos lucros obtidos com a atividade.  O que deve ser observado com mais atenção e ser refletido profundamente é: a quem interessa de forma indireta este “caos artificial” e quem vai “lucrar com a paralisação”? Provavelmente no final haverá um custo social enorme e o governo não vai querer colocar conta dele.  Eu sei que para se fazer omelete é preciso quebrar os ovos, por isso sou favorável ao movimento, minha maior preocupação é que a classe política possa usar esta paralisação como desculpa para justificar depois a manipulação de três ingredientes indispensáveis para estabilização das nossas vidas: inflação, desemprego e desabastecimento, vai com certeza culpar os transportadores, e  mandar a conta para os contribuintes ( Povo). 

Finalizando, faço minha as palavras de Lucas Afonso que disse: “Se vocês ainda pensam que greve, protesto, paralisação, ocupação é brincadeira: Cuidado pra não ser rato que aplaude a ratoeira”.

Opinião publicada no Jornal A Coluna de 25/05/2018  nº 857




Peça já o seu BAZUCARD e tenha 40 dias para pagar
3246-4985  ou  3246-4705